Promotores da Vara da Infância e Juventude de São Paulo elaboraram um anteprojeto de lei que quer transformar a prática do bullying em crime.

A pena mínima seria de 4 anos de reclusão, além de multa. E se a conduta for violenta, grave, reiterada e cometida por adolescente, o autor poderá ser internado na Fundação Casa, a antiga Febem.

Leia a íntegra no Estadão

Anúncios