Mais uma notícia sobre trote. Esses que se aplicam aos recém chegados à universidade.

Particularmente acho uma bobeira. Coisa de gente retardada, ou no mínimo, de gente baixa.

Não entendo a graça em humilhar um colega de curso. Não sei como surgiu essa prática idiota e, na verdade nem quero saber.

Me entristece, digo, emputece, continuar vendo notícias sobre trotes que não terminam bem. Geralmente tem gente que acaba no hospital, gente agredida (física e moralmente) e gente bêbada.

Os calouros que vão (e já sabem de tudo por que vão passar) são tão idiotas quanto os veteranos que preparam as “brincadeiras”.

 Talvez eu seja meio ranzinza, meio rabugento, mas não é burrice ir até um local para, única e tão somente, se ferrar ?

Trote não me parece coisa de universitário. Não me parece coisa de gente instruída (ou pelo menos que se supõe serem). É grosseiro, é vil.

Confira a notícia no G1 .

Anúncios