A solidariedade de muitos brasileiros com aqueles desamparados na região serrana do Rio é notável. O Procurador da República em Teresópolis, Paulo Cezar Barata, afirmou que as doações ultrapassarão o necessário, e alertará à prefeitura do município para que adote as medidas cabíveis para o controle dos donativos.

Os jornais Folha de São Paulo e Estadão já publicam os casos de desvio de doações e desorganização na sua distribuição.

Com a mesma perplexidade com que vimos enxurradas destruindo casas, levando carros, soterrando cidades, deixando a população ao léu, agora vemos aproveitadores inescrupulosos, que fazem da desgraça alheia uma oportunidade barata, insensível, e acima de tudo, criminosa.

Cada vez mais penso que a história do Brasil consolidou-se como uma sucessão de equívocos. Mas isso é assunto pra outra hora… pra outro post…

Anúncios